Comentários – Duas Mobílias

“This is a song called Plush…”

Letra da música acimaVersão de estúdio

Relacionamentos que acabam, traições, podem ser retratados em certas palavras e nem mesmo nós percebemos que falamos sobre isto. Afinal, sempre queremos fugir de alguma vez ter de pronunciá-los. Todos tentamos escapar daquele triste fim, no entanto, por melhor que tenha sido a sua afetividade com a outra pessoa, as vezes sem nem mesmo uma explicação, acaba e temos de seguir em frente. Seguir em frente de cabeça erguida e sorriso no rosto.

Sorriremos em agradecimento por tudo que passou, pelos segundos juntos sem nada para falar, os olhares já davam conta do recado. Momentos diferentes, estes momentos marcaram nossas histórias. A felicidade de ter vivido nos faz sorrir sem nada mais a acrescentar. Estas são as memórias que guardamos.

“Where are you going with that mask I found?”

Por outro lado, não são todos os que possuem a “sorte” de acabar um relacionamento de forma pacífica. Há algo que nos corrompe em nossa mais bela forma de viver, seja ela a pior ou a melhor que já tivemos. A traição não é algo expresso em contrato, escrito em papéis e registrado em um cartório, ela é somente um senso de confiança, no caso de quando este senso é quebrado.

Se fomos impelidos a cometer certo ato, se nossa maldita vida nos levou a fazê-lo, se não estávamos contentes com o relacionamento atual, se gostaríamos de saber como é estar com um outro alguém mesmo sabendo que gostamos do jeito que está. Muitas justificativas são dadas e pouco é explicado. Traímos por interesse, este que pode ser retratado de formas diversas, de erotismo a paixão, de dinheiro a egoísmo. E nos recusamos a dizer isto.

O perdão, a reconciliação, é claro, estão em jogo. Mas nem todos os indivíduos são capazes de torná-los reais.

Então o final vem...

Desejo-lhe uma boa epifania!

~Luiz Felipe

“Where are you going with that mask I found?”
Anúncios

Sobre Lipeh

Caminha, toca, pensa e repara. Aprecia o que é incomum e gosta de brincar com palavras, sons. Convida as pessoas a buscarem epifanias, usarem os sentidos como inspiração de vida e dormirem felizes caso não alcancem-nas. Valoriza a beleza diferente, o incerto, a família, os erros, o ser humano. O Ser Humano.
Esse post foi publicado em Comentários, Imagem, Música e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Comentários – Duas Mobílias

  1. Guil disse:

    música bem selecionada, adorei.

    o fim talvez não seja inevitável, mas é bem difícil de evitar, ainda mais em uma fase de novas experiências, desejos, incertezas…

    quando de forma pacífica, talvez ainda exista esperança dos ventos do recomeço sopraram, talvez ela não esteja mais com o cheiro da solidão.

    a traição, fato variável e de compreensão extremamente subjetiva, não julgaria o corno culpado, julgaria o casal culpado por não terem sido capazes de compreenderem seus desejos, suas vontades, seus problemas e defeitos.

    seja qual for o fim, se existe o sentimento, não hesite em demorar, o cheiro da solidão pode sumir do ar, junto com o perfume de um amor antigo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s