Comentários – Criai

“The lunatic is on the grass.”

Letra da música acima – 1ª Parte
Letra da música acima – 2ª Parte

Criai!

O que posso dizer mais? Se há algo que nos diferencia profundamente de qualquer outra criatura é a criatividade e a imaginação. Saber manejar os objetos de maneira esperta, tornear, talhar aço e madeira para criar esculturas nunca vistas, utilizar do carvão ou da tinta para criar fotografias do pensamento com forma e comunicação, estes hábitos são alguns dos únicos significados de ser humano.

Ser o “homem sábio sábio” é saber comunicar-se e desenvolver pensamentos abstratos, brincar com as possibilidades e situações, é demonstrar afetividade, criar laços de amor, ódio e amizade…

É Pensar!

Esta ferramenta, posso dizer, a mais poderosa dentre todas presentes neste planeta traz um fascínio e desgosto ao mesmo tempo.

Capaz de criar as mais perfeitas harmonias transformando ritmos e danças com compassos uníssonos e complementares. Capaz de dar existência à imagens de infância, de história antiga seja através de pontos coloridos, seja através de símbolos e letras. Pensar torna-nos hábeis para inventar mecanismos que facilitam a vida e até mesmo a expressão da criatividade.

Mas como tudo que é bom, também tem suas desvantagens, ela abriu espaço às atrocidades e monstruosidades presentes no intelecto de cada indivíduo. O pensamento permitiu criarmos as mais apuradas técnicas para assassinar os corruptos, mas também os inocentes. A seleção natural é elevada aos seus limites, distintivamente.

Neste momento você pode perguntar a si mesmo se a melhor solução para este paradigma seria a exclusão do raciocínio.

No entanto, antes considere que os “lunáticos” – idéias ruins – presentes no seu pensamento são unicamente seus, eles não se manifestam se não permiti-los tais coisas.

Como a frase popular diz: É um mal necessário. A existência das reflexões ruins é necessária. A manutenção do equilíbrio dinâmico do universo, das leis de ação e reação resumem-se instintivamente na existência do bem e do mal, e não só de uma das partes.

A questão é saber lidar com isto, saber andar por entre as suas avenidas mentais e não perder o controle, reconhecer a existência dos dois lados da moeda e entender que na sua vida a moeda pode tanto virar para um lado, quanto para o outro.

“A escuridão existe para que haja luz.

A luz existe para que haja a escuridão.

É tudo decorrente da questão de opinião.”

Desejo-lhe uma boa epifania!

~Luiz Felipe

Anúncios

Sobre Lipeh

Caminha, toca, pensa e repara. Aprecia o que é incomum e gosta de brincar com palavras, sons. Convida as pessoas a buscarem epifanias, usarem os sentidos como inspiração de vida e dormirem felizes caso não alcancem-nas. Valoriza a beleza diferente, o incerto, a família, os erros, o ser humano. O Ser Humano.
Esse post foi publicado em Comentários, Imagem, Música e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Comentários – Criai

  1. Guil5566 disse:

    onde há trevas, há luz.

    a imaginação e o pensão são ótimos limiares disso.

    não acho que proibir o pensar iria evitar algo, pelo contrário, os “maus” continuariam a pensar mesmo assim. e talvez “bons” anarquistas, uhm….

    enfim, equilíbrio é uma arte. não se deixar ser dominado nem pela luz, nem pelas trevas. nem pela sensação de poder, nem pela comodidade da fraqueza.

    com isso, acho que é fácil seguir em frente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s